Gabi Reads

Livros lidos em 2016

janeiro 30, 2017

Fiz minha listinha (bem inha mesmo) dos livros que li ano passado. Como comentei no post anterior (o primeiro, by the way) li bem pouco em 2016 por conta da correria do último ano da faculdade (que aleluia acabou finalmente). Não listei os livros relacionados à minha graduação (não sou obrigada, mas acho que foram uns 7 ou 8 durante o último ano). Bom, como vocês poderão perceber, li quase metade de uma saga e a outra parte dos livros, com exceção de um, também faz parte de coleções. Sim, eu gosto MUITO de livros em série, acho que 80% do que leio/li pertence a uma coleção com mais de 4 livros. Enfim, não desapego fácil risos. Pretendo fazer resenhas (ou pseudo-resenhas porque não sou nenhuma especialista nisso) e ir postando conforme for possível... e, se der, (e eu lembrar) atualizo esse post com elas.  
Este ano vou tentar atualizar melhor o meu Skoob, mas ano passado não deu e eu não tenho o hábito de escrever nos livros (algumas pessoas gostam de marcar a data que leram/compraram/ganharam), então eles não estão necessariamente na ordem em que li.
Comecemos:


Amante Sombrio – Irmandade da Adaga Negra (IAN) # 1
Autor: J.R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 448



Amante Eterno – IAN #2
Autor: J.R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 448


Amante Desperto – IAN #3
Autor: J.R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 464


Amante Revelado – IAN #4
Autor: J.R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 495


Amante Liberto – IAN #5
Autor: J.R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 525


Amante Consagrado – IAN #6
Autor: J.R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 552


Amante Vingado – IAN #7
Autor: J.R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 720


Amante Meu –  IAN #8
Autor: J.R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 607


A Escolha – A Seleção #3
Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas: 325



Inocência Mortal – Série Mortal #24
Autor: J.D. RoBB
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 476


Criação Mortal – Série Mortal #25
Autor: J.D. RoBB
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 420



Vocação Para o Mal – Cormoran Strike #3
Autor: Robert Galbraith
Editora: Rocco
Páginas: 496


A Espada do Verão – Magnus Chase e os Deuses de Asgard #1
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 448


O Morcego – Harry Hole #1
Autor: Jo Nesbo
Editora: Record
Páginas: 350



O Iluminado
Autor: Stephen king
Editora: Suma de Letras
Páginas: 463 


A Garota do Calendário - Janeiro
Autor: Audrey Carlan
Editora: Verus Editora
Páginas: 144



A Garota do Calendário - Fevereiro
Autor: Audrey Carlan
Editora: Verus Editora
Páginas: 135


Total de livros lidos em 2016: 17
Total de páginas lidas em 2016: 7,616

Minha lista de leitura deste ano está beeem grande e só não está maior porque decidi que não vou comprar mais livros até ler pelo menos metade dos que tenho sem ler, vamos ver se aguento. E vamos ver se consigo ler tudo ~ mistério ~.

Me contem sobre a meta de leituras de vocês para este ano (e a do ano passado também, né? A já anoto novos livros na minha lista-de-livros-para-ler-na-vida).


Beijinhos da Gabi!

Bullet Journal

17 coisas para fazer em 2017

janeiro 27, 2017



Oi gente! Algumas pessoas (pouquíssimas) que me conhecem sabem que eu sempre tentei manter um blog, mas nunca deu certo. Eu ficava indo e voltando postava de vez em nunca e quase não divulgava por ter vergonha mesmo (mais para frente eu dou uma conversada sobre isso). Porém, contudo, entretanto, todavia, as pessoas mudam (ainda bem!). Então talvez, só talvez, eu consiga fazer este projeto funcionar dessa vez. Quem sabe agora, mais madura e sábia com novos conhecimentos dê certo. Eu realmente espero que sim!

Bom, para iniciar esta nova empreitada (que tem nome antigo, porque eu realmente gosto desse título) escolhi fazer uma listinha de metas para 2017.

1.    Criar/manter um blog.

Esse é realmente um dos grandes objetivos da minha vida. Eu adoro me comunicar através de palavras (dããh) escritas: não foi por acaso que me graduei em Jornalismo. Então, a primeira meta de 2017 – e talvez uma das mais importantes deste ano – é encher este blog de conteúdo.

2.    Me importar menos com “o que os outros vão falar”

Eu deixo de fazer coisas com medo do que vão dizer. Não me entenda mal. Eu gosto de receber críticas construtivas, positivas ou negativas, sobre o meu trabalho. O problema, e isso vem lááá de trás, da minha infância/adolescência, é que algumas pessoas sem noção me fizeram ficar insegura sobre a qualidade do que eu faço e, mesmo que hoje eu saiba filtrar pessoas a quem vale a pena dar ouvidos de idiotas invejosos/maldosos quem não, às vezes ainda dá aquele medinho de virar motivo de piadas. Eu sei do que eu tô falando, e sei que muita gente sabe também *abraço coletivo*. Então a segunda meta para esse ano é ligar o foda-se total prestar atenção somente àquilo que me ajude a crescer pessoal e profissionalmente.

3.    Escrever mais

Esse objetivo tem total relação com os dois anteriores. Além de ser um ótimo exercício para não enferrujar enquanto faço parte do terrível mundo das pessoas desempregadas. E eu gosto muito de escrever, então é melhor fazer isso de verdade e não apenas repetir o tempo todo que eu gosto de fazer isso. Assim, talvez seja possível realizar a meta número 01.

4.    Ler mais

De novo: eu preciso parar de falar que gosto de fazer as coisas e realmente fazê-las. Ano passado devo ter lido mais ou menos uns 15 livros o que é muito, muito, muito pouco para alguém que lia quase 80 livros por ano. Ok, minha desculpa é que eu estava fazendo meu TCC e ela é bem válida porque eu não conseguia me concentrar em mais nada além dele (mesmo que eu quisesse, eu ficava nervosa pensando que deveria estar fazendo alguma coisa relacionada a ele). Tenho uma meta de leitura ambiciosa para esse ano, mas falo disso depois.

5.    Fazer exercícios pelo menos 3x por semana

Essa meta deve ser universal porque né. Mas esse ano eu vou levar mais a sério afinal preciso cumprir este objetivo para ser capaz de realizar o próximo...

6.    Correr meus primeiros 5k... sem falecer ao final

Na esteira. Que fique bem claro. Eu andando em superfícies desniveladas já sou um problema, imagine correndo. Ia precisar de uma ambulância só pra mim.

7.    Viajar mais

Esse aqui depende de uma série de fatores, entre eles ter um emprego, mas este ano quero sair da cidade mais vezes. Não precisa ser uma viagem super longa, nem internacional, só um fim de semana num lugar diferente com a família ou com o boy (oi amor ♥) já tá ok. Com os migos também, mas é mais difícil. Se der, vai ser um bônus.

8.    Aprender outra língua

Francês, para ser mais exata. Cursei por um ano em 2014, mas aí a vida aconteceu e eu não consegui continuar. Esse ano quero voltar e aprender de verdade.

9.    Usar menos as redes sociais

Agora isso sim é meio contraditório. Eu preciso de redes sociais para divulgar meu blog, certo? Certo. Mas dá para fazer isso e diminuir o tempo gasto/perdido nesses meios. Vou começar com pequenos objetivos, como ficar menos de uma hora no Facebook, que é a rede que mais consome meu tempo.

10. Ter uma conta legal no Instagram

Contradição, eu sei. Mas é isso. E quando eu digo conta legal não quero dizer cheia de selfies/fotos tipo Tumblr, mas sim uma conta dedicada aos meus livros e ao blog. Ainda preciso pensar melhor em como fazer.

11.  Ser mais organizada

Essa meta também é uma daquelas universais, mas já estou tomando providencias para que ela aconteça. Uma delas é que entrei na onda dos Bullet Journals, ou BuJos. Posso preparar um posto sobre isso também. Inicialmente está funcionando legal porque a ideia é anotar tudo num lugar só e isso é ótimo.

12. Procrastinar menos

Faço parte desse clube desde que me entendo por gente. Esse ano pretendo cancelar minha assinatura e fazer o que precisa ser feito.

13. Me preocupar menos

Aqui vai ser bem difícil porque existe uma coisa chamada ansiedade no meio da história que torna tudo mais complicado, mas vamos tentar. Quero parar de pensar que não vai dar certo, não vai dar tempo, não vai ficar bom, etc.

14. Fazer um curso relacionado à minha profissão

Quando diziam que hoje o mercado quer profissionais multi-task eu não entendia muito bem por que, afinal, cada um tem sua função. NÃO. Cara, não é assim nem de longe, então é bom saber fazer outras coisas além de escrever. Tipo editar fotos e vídeos, por exemplo.

15. Ler notícias todos os dias

Sim, sou jornalista. Não, não gosto de ler jornal. É foda. É só isso que eu tenho para dizer. Então a ideia é ler, por pelo menos uma hora, os principais jornais do Brasil e de outros países. E mídias alternativas também, obviously.

16. Terminar o que eu começo

Lembra aquela história de procrastinar? Então, em 2017 não quero deixar projetos incompletos. O blog é o primeiro deles, então, se eu sumir, assumam que falhei miseravelmente nessa meta.

17.  Não gastar por impulso

Apesar de eu ser muito controlada com dinheiro, às vezes me deixo levar e gasto com coisas desnecessárias. Vou dar um exemplo: em janeiro comecei o tal Bullet Journal que mencionei antes. Eu tinha 3 agendas (tipo Moleskine, mas de outras marcas) completamente em branco. Porém, quando comecei a planejar meu BuJo, a primeira coisa que eu queria fazer era ir comprar um bendito Moleskine, que custa bem carinho para dizer a verdade. Não vou nem falar sobre canetas e outros materiais de papelaria (são minha perdição). Eu consegui me conter e deu tudo certo.



Basicamente é isso. Tenho um milhão de outros planos, mas alguns não convém mencionar, não é mesmo? Se quer suceder em alguma coisa não conte para ninguém, esse é meu lema. Percebo agora que a maioria dessas metas envolve mudanças comportamentais. Será que vou conseguir? Será que em dezembro essa lista terá vários check, check, check ()? I hope so!

Caso queiram compartilhar comigo suas metas para 2017 basta comentar aqui ou me mandar um e-mail.


Beijinhos da Gabi!