5 coisas que aprendi com um personagem

maio 25, 2017

Nas próximas quatro semanas (cinco contando com hoje, rs) teremos postzinho toda quinta-feira. Eu e mais quatro meninas estamos participando de um desafio de blogagem coletiva que se chama 5 blogs, 5 posts.

A ideia veio do blog da Emily e o objetivo é ir liberando, a cada semana, um tema novo que será trabalhado nos cinco blogs participantes (que eu vou linkar no final desse post). Esta semana falarei sobre 5 coisas que aprendi com um personagem.

Confesso que foi complicado escolher apenas um. Eu já aprendi tantas coisas com tantos personagens fictícios diferentes que daria para escrever uns mil tópicos risos. Depois de pensar bastante, decidi eleger uma personagem com a qual sempre me identifiquei e a qual conheci ainda adolescente (ou seja, aprendi realmente algumas coisas com ela).

Bom, escolhi falar sobre 5 coisas que aprendi com a Sydney Sage. Ela faz parte do universo de Vampire Academy e protagoniza os seis livros spin-off dessa série que eu tanto amo. Sage, além de ser uma alquimista-nerd, é obrigada a se infiltrar no mundo dos vampiros – a quem ela odeia. Tirando essa vidinha surreal, Sydney tem os mesmos medos e inseguranças de qualquer adolescente de 16 anos. Eis o que aprendi com ela ao longo de seis livros:


NÃO TENHA MEDO DE SER VOCÊ MESMA

Sydney passou a maior parte dos livros da série Bloodlines (e de suas aparições em Vampire Academy) contando calorias. Especialmente quando estava perto das garotas Moroi – que são super esbeltas naturalmente , ou das Dampiras – que podem comer um caminhão de comida e ainda assim têm o corpo em forma. Ela vivia se comparando a elas sendo que, além de já ser linda, ela tinha mil qualidades que deixava de lado por viver nessa luta. Os momentos em que mais amei Sydney eram quando ela valorizava (consciente ou inconscientemente) seus dons, sua inteligência e seus valores, não tendo medo de expor os pensamentos que tinha.

SER INTELIGENTE NÃO É MOTIVO PARA VERGONHA

Eu sempre fui razoavelmente inteligente. Sempre me destaquei um pouco nesse quesito pois tenho uma certa facilidade em aprender (além de me esforçar e prestar atenção *caham*). Isso foi um problema durante boa parte da minha vida porque as pessoas me tratavam mal por conta disso. Eu acabei me isolando e ficando quieta em muitas situações nas quais poderia ter colaborado com os meus conhecimentos, ou então expandido esse saber se não tivesse tido vergonha de perguntar algo. Sydney sempre foi muito estudiosa e aplicada, e isso só a ajudou e a fez descobrir coisas incríveis.

TENHA UM POUCO DE FÉ EM SI MESMA

A evolução da Sydney que conhecemos em VA para a Sydney de O Círculo Rubi (último livro de BL) é incrível. Ela não confiava muito em sua capacidade e vivia tentando provar para o pai (que é um grande babaca) que ela era boa o suficiente. Ao longo dos livros ela vai adquirindo uma certa autoconfiança e é lindo de ver. Me inspiro MUITO na Sydney nesse quesito, você nem imaginam o quanto.

ARRISQUE-SE

Só para contextualizar melhor: Sydney é uma humana que nasceu e cresceu dentro de um grupo religiosíssimo que não gosta de vampiros (estamos falando sobre um universo onde existem vampiros bons e ruins, mas eles não gostam de nenhum). Esse grupo cuida para que o resto da sociedade nunca tome conhecimento da existência de tais criaturas. Sydney é uma alquimista que recebe como missão “proteger” uma vampira da realeza cuja morte pode causar um abalo generalizado em todas as sociedades. Sydney passa a ter que conviver com criaturas que ela abomina e considera más. Ao longo do tempo, ela percebe que eles não são tão ruins assim e que são como os humanos: têm sentimentos, amam, sofrem, choram, se machucam, enfim, funcionam como qualquer pessoa – a única diferença é que alguns deles se alimentam de sangue.  Quando Sydney deixa de lado suas crenças arraigadas e dá uma chance para conhecer esse outro mundo, ela vive momentos incríveis que a ajudam a crescer como pessoa. Acredito que temos que deixar de lado algumas amarras e sair de nossa zona de conforto para poder evoluir.

APRENDA A CONFIAR ~UM POUCO~ NOS OUTROS

Eu sou um ser naturalmente desconfiado e nunca acredito 100% na maioria das pessoas. O número de pessoas em quem realmente confio cabe na contagem dos dedos de uma só mão. Sydney era assim também, e ainda tinha o adicional de não gostar de vampiros por sua natureza humana. Acredito que, por mais que não devamos cofiar cegamente nas pessoas, é preciso dar uma chance. Não podemos viver com o pé atrás a vida toda. É preciso tomar cuidado, sim, mas, quando aliviamos um pouco a pressão de não acreditar em ninguém, coisas boas podem acontecer. Aconteceu com a Sydney e aconteceu comigo. Vai acontecer com você também.


Por hoje é isso! Passem também nos outros blogs que estão participando clicando nos nomes abaixo.



🙋

Leia também

4 comentários

  1. eu não conheço a personagem, mas a Allana adora e já me indicou várias vezes, e um colega no meu trabalho também, eu ainda não li por que estava dando um tempo de séries grandes, mas agora conhecendo mais a Sidney, me deu vontade de começar a ler, ela parece o tipo de protagonista que adoro, forte, inteligente bem girl power!

    Blog Entre Ver e Viver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não vai se arrepender de ler Vampire Academy e Bloodlines! Além de ser muito legal, as personagens principais são super fortes, inteligentes e maravilhosas!
      São livros meio infanto-juvenis, mas a gente ainda tá super nesses enquadramento hahahah <3

      Beijos!

      Excluir
    2. Amiga, para de enrolar e lê tudo, do inicio, ce vai amar

      Excluir
  2. Eu AMOOO Bloodlines, como demorei tanto para ler esse post? Perdão, amei a escolha da personagem, amei o post, amei tuuudo!

    ResponderExcluir

Obrigada!