BEDA #3 - Carta da editora: As origens do Décimo Terceiro Andar

agosto 03, 2017

Caro leitor, 

Se estiver lendo estas palavras, quero te agradecer de coração por prestigiar o Décimo Terceiro Andar. Sua presença nessas páginas virtuais é muito importante para mim e espero corresponder às suas expectativas o melhor possível.

Como qualquer outro blog, o 13º (podem chamá-lo pelo apelido) nasceu da minha vontade de compartilhar meus pensamentos, hobbies e textos - além de interagir de maneiras que somente a blogsfera permite. Antes de me dedicar a este cantinho (desde janeiro de 2017) tive outros blogs, mas nenhum deu certo. O primeiro deles criei mais ou menos em 2008 e ele também se chamava Décimo Terceiro Andar (é por isso que o link para este aqui tem um "o" na frente. Eu desativei e exclui o primeiro - e não pensei em guardar o domínio que agora pertence a uma certa Milla e tem apenas um único post de 2013). Nesse primeiro 13º eu costumava postar resenhas de livros, pequenos textos e trechos de uma história que venho escrevendo desde então (é claro que em 2008 ela era crua; hoje, depois de 4 anos de faculdade de jornalismo, e de uma lista muito boa de livros lidos, o texto está maduro e mais lapidado, mas ainda não está pronto).

Também tive um blog no qual escrevia pequenos "perfis" dos autores que eu lia, e um blog chamado "monstro-meu" (que depois virou "monsterofmine"). Ele seguia a mesma linha do primeiro: postar textos e livros. Exclui todos e fiquei anos sem blogar (ou tentar blogar).

Este ano (2017), decidi que precisava me dedicar a alguma atividade que envolvesse escrever sem compromisso. Um dos motivos foi que voltei a ler blogs com mais frequência e me senti muito inspirada por eles, mas a ideia principal era exercitar minha escrita para que não enferrujasse. Outro ponto que me levou a criar este espaço foi a minha falta de emprego no começo do ano - eu tinha muito tempo livre e o blog poderia se tornar uma espécie de portfólio, mas no fim das contas achei melhor manter como um hobby. Um mês depois arrumei alguns frilas e é com eles que venho me mantendo até agora - ah é, para quem não sabe, sou jornalista (e pairo pelas áreas de arquitetura e design de interiores - aliás vocês podem conferir um pouco do meu trabalho aqui bem pouco porque esqueci de atualizar.

Fugi um pouco ao assunto (sou expert em divagação), mas o percurso sinuoso serviu para contextualizar um pouco o verdadeiro tema desta mensagem: o título deste blog. Cada vez que eu acesso uma página a primeira questão que surge na minha cabeça é o porquê de determinado nome. É claro que nem tudo tem significados profundos e nem precisou de muitas horas de queima de massa cinzenta para ser criado, mas o 13º tem um motivo especial para se chamar assim.

Sempre gostei de ser do contra. Enquanto todas as meninas gostavam de rosa e música pop, eu gostava (e ainda gosto) de preto e punk. Quando me disseram que passar por debaixo de escadas dava azar, eu fazia isso em todas as oportunidades. O 13 sempre foi o número da má sorte, da tal sexta-feira treze - que lembra filmes de terror. E eu, então, sempre amei o número 13 (quando eu tinha entre 9 e 11 anos ligava religiosamente todas as sextas-feiras 13 para um tio muito querido - e que comprava sempre minhas ideias - só para dizer que era sexta treze. Não falhei nenhuma vez.

Outra atividade que sempre gostei foi escrever. Desde que fui alfabetizada e aprendi a ler e a escrever (mesmo que com uma caligrafia bem ruim e torta) sempre criei histórias (na escola ou em casa para mim mesma). Eu adorava as aulas nas quais a professora pedia para produzirmos pequenos textos. Sempre gostei de criar e inventar; e as palavras sempre foram a minha matéria-prima para isso. Quando tive acesso à Internet com mais frequência (e com menos supervisão) comecei a me interessar pelo universo das Fanfics e escrevo esse tipo de história desde os 12 anos. Em 2008, no entanto, comecei a sentir uma vontade louca muito forte de criar algo grande do zero. Foi ai que o termo "décimo primeiro andar" surgiu na minha vida pela primeira vez.

Nunca fui aos Estados Unidos (aliás, nunca saí do Brasil) e tampouco visitei alguma delegacia de polícia ou departamentos de inteligência - portanto não tenho ideia de como se parecem por dentro. Aos 13 anos pesquisar a veracidade de lugares reais era a última coisa que eu tinha em mente, então comecei a escrever uma história sobre uma detetive de Portland. Na minha cabeça, criei o prédio onde ela trabalhava - a divisão de homicídios - com pelo menos 20 andares. E adivinhem onde ela (e toda a equipe) ficava? Isso mesmo! No 13º andar.

Todo esse texto, caro leitor, foi para apresentar melhor o Décimo Terceiro Andar. Resumindo: 13 é meu número da sorte e eu tenho certeza - hoje -  que seria inviável para a Polícia ficar alocada no 13º andar de um prédio. Mas esse conhecimento não me impede de amar esse título (e protegê-lo). Se você chegou até aqui, obrigada pela formidável paciência e pelo interesse.

Ah! Quero saber um pouco sobre o seu cantinho também. De onde surgiu o seu título?!

Cordialmente,

A autora.


p.s: como eu expliquei no primeiro dia, só vou colocar bannerzinho quando a ideia do meu post tiver saído de um daqueles grupos do FB. 
👐

Leia também

27 comentários

  1. Gosto assim, de quem escreve bastante. De quem escreve bem, sabe se expressar e consegue nos prender. A origem do número 13, seus motivos e sua vocação ficaram bem explícitos nesse texto. Estou a assinar o blog para acompanhá-lo - na medida do possível - e aprender contigo, visto que sou novo nesse mundo e a jornada está apenas no começo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro, muito obrigada pelos elogios. Fiquei muito feliz lendo seu comentário! Obrigada por me seguir <3

      Excluir
  2. Oi Gabriela! Adorei como você descreve sua história! É tão bom quando a gente pode se expressar né? Desde que comecei a escrever (resenhas, textos) eu tomei gosto e é incrível.
    Estou seguindo seu blog, você me cativou! Tem um grande futuro pela frente! Desejo muito sucesso à você. De coração!
    Thaís, Coração de Leitora

    Obs: falei sobre o porque do nome do blog. Caso tenha interesse..
    blogcoracaodeleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom pode se expressar, eu amo! Obrigada por me seguir e pelas palavras carinhosas <3

      Excluir
  3. Adorei a origem do nome, aliás um dos primeiros motivos de ter clicado no link lá no SOTMB foi esse nome diferentão e bonito, uma pena ter perdido o outro domínio mas, pessoalmente, acho muito mais legal com "o" na frente. beijo!

    Ray e os Dezoito

    ResponderExcluir
  4. Amo ler textão! E amei saber a origem do nome do seu blog, alias, no primeiro dia de Beda quando entrei aqui, fiquei me perguntando isso, pois é o nome mais diferente que eu ja vi ate hoje, e tinha ficado curiosa, e não costumo ser dessas hein. O nome do meu surgiu do amor que tenho por café e pelos meus pequenos rabiscos (ou textos) pessoais, juntei com resenhas que é uma coisa que amo fazer, e deu nisso rsrs Resenhas, um rabisco e um café. Contei mais sobre isso la no blog!!
    Super beijo e Sucesso!!
    http://www.resenhasumrabiscoeumcafe.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que consegui despertar sua curiosidade, rs! Muito obrigada <3

      Excluir
  5. Gabriela, sua forma de se expressar em seus textos deixa claro seu dom, as palavras. Não é atoa que fez Jornalismo.
    Adorei cada parte desse texto, tão bem escrito, regado de sentimentos. Saber o nome do blog e o porque sempre nos deixa mais próximos, e mais cativados. Com certeza você me cativou. Sucesso mulher <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Jessica! Minha decisão por fazer Jornalismo foi justamente por gosta de palavrar e amar escrever.

      Muito obrigada <3

      Excluir
  6. Eu também AMO o número 13!
    A minha gatinha preta Sakura faleceu aos 13 anos, no mês 7, outro número meu da sorte. às 3h da madrugada, na minha casa que é o número 7. Ela foi uma gatinha preta de superstição até na hora de partir.

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaah, Sakura sendo linda <3 Aposto que você amava muito ela!!

      <3

      Excluir
  7. miga (desculpa nem conheço mas ja acho miga), por acaso vc sou eu? HAHAHAH pq eu seeeempre gostei do 13 exatamente pelo mesmo pensamento que o teu! <3 Vc tbm é blogueira raaiz awwwnnn bem-vinda de volta então e que não pare e nem delete o blog!

    Gente, eu preciso falar que ri do teu comentário la no meu blog. Vc escreveu que o cara podia trabalhar na marinha e eu fiquei rindo disso pq ELE TRABALHAVA MESMO LAAA! hahahahaahahah!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chamo de miga sem conhecer também *abraça*. Hahahaha amo ser do contra, é tipo, muito bom mesmo! Obrigadaaa <3

      HAHAHAHAHAHAHAHAH bom, pelo menos ele talvez não tenha visto seu ~pequeno~ acontecimento de stalkeação hahah

      <3

      Excluir
  8. Amei, amei.
    A gente percebe sinceridade nas palavras.
    Percebe-se alguém com paixão pelo que faz.
    Quando li sobre você, e vi que é jornalista deu ainda mais gosto pra ler o post.
    Sucesso no blog ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaah, muito obrigada!!! Eu amo muito escrever e tem dias que a inspiraçaõ bate forte!
      Um beijo <3

      Excluir
  9. Vamos fazer um clube das meninas que gostam de preto e punk? haha
    Eu também sou meio do contra, mas me apeguei aos gatos pretos. Acho tão fofinhos, não vejo porque as pessoas gostam de atribuir azar à eles.
    Amei saber mais sobre a história do seu blog e, por favor, continue compartilhando sua escrita com a gente.
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super topo!!! Gatos pretos são muito amor <3

      Obrigada!!!!!!!!!

      Excluir
  10. Da de ver nas suas palavras a paixão pela escrita... Parabéns pelo blog, que ele como você continue crescendo cada vez mais e junto deste crescimento leva junto uma bagagem de conhecimento, experiencia e conquistas...
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada!!!!! Espero poder trazer mais textos assim, que agradem à quem ler.

      Muito obrigada! <3

      Excluir
  11. Oi Gabriela! Antes de tudo preciso dizer que amei seu blog, amei seu post e amei o nome do blog. Achei bem criativo e original. Só o nome me dá uma vontade enorme de conhecer ele. Eu sou o contrário de você, sempre gostei de rosa, com exceção da minha fase dos 12 aos 14 anos, que foi minha fase emo. Nessa mesma faixa etária deixei de ser emo e comecei a ficar mais "rebelde" e escutar rock. ahah Mas hoje sou um unicórnio em pessoa, tal e qual era até os 12 anos (mas um pouco menos abobada). Deu para perceber que comecei a divagar também né? Porque não era esse o assunto do meu comentário rs.
    Achei bem legal saber que você faz jornalismo e achei que você escreve muito bem. Também tenho uma paixão enorme pela escrita e houve uma época que cogitei ser escritora e cursar letras, mas fui parar na moda. Mas pelo menos ambas as áreas tem algo em comum: a criação. Ainda escrevo alguns textos e contos que publico no blog. E outros que guardo apenas para mim. Posso contar uma coisa? Ainda sonho em publicar um livro um dia com uma das histórias salvas no meu computador kkk
    Ah e o nome do meu blog é It's Kimby, porque sou uma pessoa sem criatividade para títulos. Kimby é um dos meus apelidos que costumo dizer que ganhei pelo pessoal da faculdade, mas na verdade uma amiga me chamava de kimby ainda na escola porque tínhamos um idioma élfico e nomes élficos (falei que eu era abobada rsrs). Mas como o apelido pegou mesmo na faculdade, quando outra amiga começou a me chamar assim por motivos que nem lembro, sempre digo que é da facul mesmo.
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vi agora que meu comentário ficou gigantesco, desculpa kk

      Excluir
    2. Aaaaaah, sua linda! Eu amei seu comentário, gosto quando as pessoas falam comigo, hahaha!
      Eu também sonho em escrever um livro ainda e acho super legal que você tenha enveredado para a moda, que é uma área super díficil, mas super bacana também. A gente que trabalha com criatividade sofre, mas é tão bom, né?
      Eu gosto do nome do seu blog (e do conteúdo dele também, apesar de eu ser uma negação pra coisas de moda, rs)!!!

      Um beijão e obrigada <3

      Excluir
  12. Oi que história incrível, quando vi o título do blog veio-me em mente que poderia se tratar de um blog que decoração, pois muitos deles levam o numero do andar ou do apartamento em que moram, mas lendo a estória mas todo sentindo usar o numero 13 e acrescentar algo que diferenciasse de outros blogs, adoro ler textos seja pequeno ou que tome meu dia inteiro, parabéns por esse pequeno espaço, adorei beijos!!

    https://goo.gl/qAUNKw

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Nossa, nunca passou pela minha cabeça que alguém poderia imaginar isso, rs, acho que foi uma surpresa então!

      Um beijo <3

      Excluir
  13. Como você, eu também amo a escrita. Desde o tempo da escola também viajava nas letras quando era solicitado que produzisse texto. Ficava lendo e relendo todos eles, e guardava com muito carinho e orgulho cada um deles, mesmo que fossem somente um texto que fora solicitado por falta de planejamento do professor, para tapar um buraco no horário da aula. rs
    Contei um pouco de como surgiu a ideia do meu, lá na postagem de ontem.
    Ele se chama Honesto e Inteligente.

    Também estou participando do #BEDA do United.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Guardo com muito carinho algumas produções que fiz ainda no colégio. As da faculdade usei como portfólio para conseguir meu primeiro estágio. É muito amor pela escrita!

      Obrigada! <3

      Excluir

Obrigada!